terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Rede de Intelectuais e Artistas em Defesa da Humanidade convoca solidariedade a Chávez e à Revolução Bolivariana



Desde Caracas, Venezuela, la coordinadora general de la red de intelectuales y artistas en Defensa de la Humanidad historiadora venezolana Carmen Bohórquez dio lectura al comunicado que suscribieron los integrantes de dicha red en apoyo por la pronta recuperación del presidente Hugo Chávez. El organismo expresó su abrazo fraterno al presidente de Venezuela y al pueblo venezolano y destacó la confianza en que "el presidente Chávez logrará vencer todas las dificultades y muy pronto retomará sus tareas cotidianas". teleSUR


Intelectuais de todo o mundo manifestam solidariedade a Chávez - Portal Vermelho



A Rede de Intelectuais e Artistas em Defesa da Humanidade convocou nesta segunda-feira (7) cidadãos de todo o mundo a se unirem a uma mensagem pela pronta recuperação do presidente venezuelano, Hugo Chávez.
O intelectual cubano e presidente da Associação Hermanos Saíz, Luis Morlote, informou que o documento foi assinado por mais de 1.200 pessoas de cerca de 90 países, com a adesão de personalidades como o Prêmio Nobel da Paz argentino, Adolfo Pérez Esquivel e o ator estadunidense Danny Glover.

Mediante a mensagem se expressa o anseio de pronta e total recuperação de Chávez, a confiança em que vencerá as dificuldades e retornará a suas tarefas cotidianas, assim como a solidariedade com o povo venezuelano.

Nesse sentido, reiteraram o chamado à unidade feito pelo mandatário venezuelano, com a certeza de que "as horas difíceis são sempre oportunidade magnífica para afiançar as melhores convicções e os valores supremos da condição humana".

O apoio pode expressar-se na página web http://porlasaluddechavez.wordpress.com ou com uma mensagem de correio eletrônico endereçados a porlasaluddechavez@gmail.com

Por sua parte, o presidente da União de Escritores e Artistas de Cuba, Miguel Barnet, ressaltou que com a iniciativa demonstram que Chávez e o povo venezuelano não estão isolados, além de contribuir para desmentir as campanhas da extrema direita sobre seu estado de saúde e sobre o futuro dessa nação.

O embaixador da Venezuela em Cuba, Edgardo Ramírez, se referiu às mostras diárias de solidariedade com Chávez não só desde esta ilha caribenha mas também desde o mundo, o que inclui o envio de poemas, pinturas, cartas de crianças, jovens e adultos, entre outras ações.

O chefe de Estado venezuelano se recupera em Cuba de uma intervenção cirúrgica, depois do que anúncio de que apareceram células malignas no mesmo local do corpo onde forma feitas operações anteriores.

Durante a coletiva de imprensa, a coordenadora do Capítulo Cubano da Rede de Intelectuais e Artistas em Defesa da Humanidade, Ana Maria Pajón, destacou que se somaram à mensagem os cinco cubanos antiterroristas detidos nos Estados Unidos.

Ramón Labañino, René González, Gerardo Hernández, Antonio Guerrero e Fernando González foram presos em 1998 por investigar grupos terroristas radicados em Miami que planejam ações contra Cuba, e depois do julgamento foram condenados sem provas.

Prensa Latina; tradução da Redação do Vermelho