quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Chico César grava música Mel da Mocidade, homenageando luta secundarista - Confira o vídeo!


Ana Petta compartilhou o vídeo de UBES - União Brasileira dos Estudantes Secundaristas.
28 de agosto às 20:16 ·



Ele chegou! Clipe do incrível Chico Cesar, que dirigi com Paulo Celestino. Homenagem aos secundas, com direção de fotografia Fábio Pinatti Bardella, direção de arte de Luís Parras e Juliano Augusto, produção da Contra Regras e Clementina. Valeu demais Stephannye Vilela Camila Ribeiro Brenda Amaral e Camila Lanes Tiago Alves Ferreira Rafael Minoro Osvaldo Lemos#ocupareresistir

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Esboço da fala ao 4° Congresso da CTB - Paulo Vinícius Silva

Compartilho o esboço da minha fala no Congresso da CTB, que não foi possível fazer por limitações de tempo.

O movimento sindical classista brasileiro e as representações da classe trabalhadora de quase trinta países vieram ao 4º Congresso Nacional da CTB para viver a canção de Dorival Caymmi: "Tudo, tudo na Bahia faz a gente querer bem". Essa acolhida é ainda mais especial no atual momento de tristeza, apreensão e revolta que inunda o Brasil. Celebremos o reencontro de tantos amigos e amigas, ao lado de quem temos lutado entre vitórias e derrotas. Daqui sairá parte do ânimo, das bandeiras e da tática que permitirão à classe trabalhadora posicionar-se como eixo de uma frente ampla para responder à destruição da Nação Brasileira pelo governo ilegítimo, entreguista e inimigo do povo.

Parte da perplexidade deriva da velocidade com que a direita golpista e subalterna ao imperialismo escancara os limites da democracia burguesa, desfazendo inclusive as ilusões reformistas que subestimaram a pressão e a organização popular para assegurar os avanços iniciados a partir de 2003, com a eleição do Presidente Lula e promovendo um retrocesso civilizatório no Brasil, querendo levá-lo para o período anterior a Vargas, destruindo a estrutura necessária ao desenvolvimento e a inclusão social que formou de fato a Nação Brasileira, com a incorporação de toda sua população, combatendo as consequências do colonialismo, do escravismo e da exclusão. Sem isso, o Brasil será de poucos, não será o Brasil.  Isso reafirma a convicção de que só o socialismo assegura o pleno desenvolvimento econômico, a harmonia entre estado e mercado, os direitos do povo, a democracia e a soberania nacional.

Nesse sentido, destaco a importância da unidade entre trabalhadores e jovens, mulheres e estudantes, pois parte da superação da desmobilização atual passa por esse caminho. A construção e a realização do 42° Congresso da UBES, em dezembro, são oportunidade para responder aos ataques brutais à educação, e devem estimular o apoio dos trabalhadores, em especial da Educação, para a sua construção, o que favorecerá amplas jornadas de lutas de trabalhadores e estudantes, para virar o jogo da atual perplexidade para povo na rua contra o governo ilegítimo de Temer e por Eleições Diretas Já. Pode ser a faísca que incendeia o capinzal, abrasileirando a expressão de Lênin.

Esta unidade entre os movimentos sindical e os demais movimentos sociais é decisiva, expressa a coluna da resistência, mas é insuficiente para virar o jogo. A CTB, classista e consequente, compreende seu papel avançado na construção da unidade dos trabalhadores e da Frente Ampla, que se dá de modo concreto na defesa da continuidade do Fórum das Centrais, em busca da unidade de ação, contra a agenda de destruição dos direitos da classe e de suas organizações.

Tal ataque às organizações sindicais se dá a partir de duas vias: o estímulo ao paralelismo sindical patronal e a destruição das condições de financiamento que assegurem a autonomia da luta dos trabalhadores diante de patrões e governos. Devemos enfrentar o debate do financiamento do movimento sindical e do relacionamento que devemos ter com nossa base social. A luta da classe trabalhadora deve ser financiada pelos trabalhadores e trabalhadoras.

Há que constatar a necessidade de reforço da legitimidade da representação sindical, através do estreitamento dos laços entre as direções sindicais e suas categorias. A CTB deve reforçar o contato com a base do movimento, combater práticas cupulistas, burocráticas, machistas e caducas que ignoram a importância da renovação das direções sindicais, com o necessário revigoramento da representação, com a ampliação da presença de mulheres e jovens no movimento. Tais movimentos são fundamentais para reforçar nossa legitimidade e favorecer uma nova política de financiamento, baseada na relação mais estreita e na monetização da nossa base social em favor da organização dos trabalhadores, inclusive compreendendo a importância das atividades assistenciais e dos serviços que os sindicatos junto às categorias.

O Golpe escancara os limites do sindicalismo corporativo e economicista, incapaz de elevar a classe trabalhadora à disputa do poder na sociedade - mesmo nos limites da democracia burguesa, que conquistamos em parte e que se desmonta diante de nós. A ausência de candidaturas competitivas dos trabalhadores e trabalhadoras e a ofensiva de direita levaram a uma brutal redução da bancada dos trabalhadores no Congresso, e isso deve ser levado em conta, deve ser dito para a nossa base, para que perceba a importância de fazer política e a necessidade de candidaturas que a representem, em especial de sindicalistas, para enfrentar o conjunto de medidas adotadas e em curso, que é avassalador:
1) O Teto de Gastos que é a redução das despesas que asseguram a movimentação da economia real para alimentar o rentismo e a especulação em torno da dívida pública;
2) A Contra-Reforma Trabalhista e a Lei da Terceirização Ilimitada;
3) A Reforma da Previdência;
4) A Reforma Política, que visa a a impedir que o povo possa decidir seu futuro;
5) A destruição do patrimônio público, a entrega das riquezas e a destruição das ferramentas essenciais ao desenvolvimento (venda da ELETROBRAS, da Caixa, do Banco do Brasil, do BNDES, a entrega do Banco Central e do Ministério da Fazenda aos agiotas da banca privada, a entrega do Pré-Sal e da Amazônia).

Diante de uma tal agenda, não bastará mudar o(a) Presidente(a), dado que sua margem de ação será apenas a de entregar o país aos banqueiros, às custas do sangue e da miséria do povo. Por isso, a CTB deve ter a clareza de pautar a necessidade da REVOGAÇÃO DAS MEDIDAS DO GOVERNO GOLPISTA E DA CORRUPÇÃO INSTALADA NO CONGRESSO. Além de expulsar o golpista Temer, renovar o Congresso, obtendo maioria e elegendo a Presidência, precisaremos de um caminho para retomar uma agenda em favor do Brasil e seus povo. É diante desse momento dramático que a FRENTE AMPLA é imprescindível e o hegemonismo é insustentável no seio da esquerda.

Precisamos unir muito mais que a esquerda, diante das ameaças que avançam contra o Brasil. E a CTB, democrática, classista, politizada e de luta, deve empreender todos os esforços para que o povo retome a iniciativa política, e é para isso que servirão as resoluções aqui aprovadas e a nova direção eleita.

Viva o 4º Congresso da CTB!
Fora Temer! Diretas Já! Revogação das medidas do golpe contra o Brasil e o Povo!

domingo, 27 de agosto de 2017

A nova Direção Nacional da CTB para a gestão 2017/2021 eleita no 4º Congresso





Após dois dias de reuniões, palestras e debates, os 1,2 mil delegados e delegadas reunidos no Hotel Stella Maris, em Salvador, elegeram a nova direção nacional da CTB neste sábado (26).


A chapa continua sendo presidida pelo atual presidente nacional Adilson Araújo, que inicia sua segunda gestão à frente da entidade. Após a eleição e ratificação da nova chapa, Adilson fez o discurso de encerramento do congresso.


Agradeceu aos parceiros na jornada de construção da CTB e à equipe que ajudou na realização deste congresso, e depois fez uma análise da conjuntura do país e dos planos da central.


"O povo precisa ser conscientizado. Não podemos transformar nossos sindicatos em escritórios. É muito gratificante pra mim dar condução a esse proejto, vamos ter de fortalecer mais e mais o nosso elo. E nossa unidade e laços de solidariedade. Compor a direção supõe fortalecer cada vez mais a nossa intervenção na sociedade", disse o presidente.


Leia mais: 4º Congresso Nacional: a classe trabalhadora é a força motriz do nosso país, diz Adilson Araújo


A nova direção renovou alguns quadros e criou algumas novas secretarias, como a secretaria de Política Educacional, a secretaria de Assuntos Socioeconômicos e a secretaria do Assalariado Rural. No total, são 122 integrantes, sendo que 39 dirigentes são mulheres.


Entre as principais mudanças no quadro de dirigentes, Marilene Betros irá comandar a nova secretaria de Política Educacional.


Celina Arêas assume a secretaria da Mulher Trabalhadora, Ivânia Pereira passa à vice-presidência, o cetebista Ronaldo Leite fica à frente da secretaria de Formação e Cultura, Sérgio de Miranda assume a secretaria de Finanças, Adriano, da Fetag, vai para secretaria de Política Agrária e Nivaldo Santana assume a secretaria de Relações Internacionais.


A secretaria da Previdência passa ao dirigente Tadeu Paranatinga, a secretaria de Assuntos Jurídicos ao portuário Mario Teixeira, a de Políticas Sociais à dirigentes da Fetag Vânia Marque e a secretaria da Juventude será comandada pela bancária gaúcha Luiza Bezerra.

 
Confira abaixo a composição completa da Direção Nacional da entidade:
EXECUTIVA
ItemFunçãoNomeEntidadeUF
1Presidência Adilson AraújoSind BancáriosBA
2Vice-presidênciaIvânia PereiraSind BancáriosSE
3Vice-presidênciaVilson LuizFETAEMGMG
4Vice-presidênciaJosé AdilsonSind EstivaES
5Vice-presidênciaJoilson CardosoCEPERJ
6Vice-presidênciaDivaniltonSINDIPETRORN
7Vice-presidênciaClaudemir Nonato de SantanaAPLBBA
8Secretaria-geralWagner GomesSind MetroviáriosSP
9Sec-geral Adj.Kàtia GaivotoSEP-RJMG
10Secretaria FinançasSergio de MirandaFETAGRS
11Sec. Finanças Adj.Pedro MesquitaSind MarceneirosSP
12Sec. Relações Inter.Nivaldo SantanaSINTAEMASP
13Sec. Relações Inter. AdjCarlos MillerSINDMARRJ
14Sec. JuventudeLuiza BezerraSind BancáriosRS
15Secret Juventude AdjMarilenaFETAGMG
16Sec. Saúde Trab.Elgiane Fátima LagoSTRRS
17Sec. ComunicaçãoRaimunda GomesSINTEAMAM
18Sec. Meio AmbienteRosemariFETAG/CONTAGMA
19Sec. Meio Amb. Adj.Mario PortoUrbanitáriosRJ
20Sec. Política EducacionalMarileneAPLBBA
21Secretaria FormaçãoRonaldo LeiteSINTECT/CorreiosRJ
22Sec. Políticas SociaisVâniaFETAGBA
23Sec. De Assuntos Soc EconomicoHumbertoUrbanitáriosRJ
24Sec. MulherCelinaSINPROMG
25Secret Mulher AdjAiresFETAGSE
26Secretaria PrevidênciaTadeu ParanatingaServidores Municipais de CampinasSP
27Sec. Assuntos Juridicos Mario TeixeiraPortuárioDF
28Sec. Igualdade RacialMonicaSITMRJ
29Sec. Relações InstitucionaisVicente SelistreSind SapateirosRS
30Sec. Agric/AgráriaAdrianoFETAGSC
31Sec. Serviço PúblicoJoão PauloServiço Público FederalDF
32Sec. Serv. Públ. AdjMarcosFESEPRJ
33Secret Assalariado RuralValdinirFETAGMS
34Sec. Relações do TrabalhoPaulo ViniciusSind BancáriosDF
35ExecutivaPascoal CarneiroSTIM/CTB-BABA
36ExecutivaAlberto BrochCONTAGRS
37ExecutivaValeria MoratoSINPRO/CTB-MGMG
38ExecutivaGuiomar Vidor FECOSUL/CTB-RSRS
39ExecutivaRicardo PonziFNTAARJ
40ExecutivaRaimundoSINPROESEMAMA
41ExecutivaAna PaulaSind ComerciáriosRJ
42ExecutivaFábio MattosTrabalhadores EducaçãoPI
43ExecutivaRene Vicente SINTAEMA/CTB-SPSP
44ExecutivaJesus STIMRJ
45ExecutivaElizângelaFETAGPI
46ExecutivaRaimundo BritoSind Construção CivilBA
47ExecutivaMarcelinoFITMETALMG
48ExecutivaLuís Rodrigues PenteadoFNTAARJ
49ExecutivaJulio BonfimSTIM/CamaçariBA
50ExecutivaOliveiraFederação dos ComerciáriosBA
51ExecutivaDavidFETAGBA
52ExecutivaPaulinho Sindsama/CTB-RJRJ
53ExecutivaLucileideDomésticasPA
54ExecutivaOnofreMetroviáriosSP
55ExecutivaClaudeteSEDINSP
56ExecutivaMarcelo da Silveira FreitasSind Sapateiros / Campo BomRS
DIREÇÃO PLENA
ItemFunçãoDirigenteEntidadeUF
1PlenaInalbaSINDSAUDEBA
2PlenaIves CursinoPetroleiroRN
3PlenaIsis TavaresSINTEAMAM
4PlenaIsaac FETAESPSP
5PlenaAssisSTIM/Caxias do SulRS
6PlenaRonaldFenafarSC
7PlenaHildineteSINPROESEMAMA
8PlenaFabiano ReisSINDIJUSMS
9PlenaChilenoSINPRO/CampinasSP
10PlenaIsabel Crisitna Alves LimaSINPROESSEMAMA
11PlenaDivizaSINTECT/CorreiosSP
12PlenaLenirSTR de VaniniRS
13PlenaMarcio AyerSECRJ
14PlenaGilson ReisCONTEEMG
15PlenaSinval CostaSind Trabalhadores Entidades ProfissionaisAL
16PlenaMaria AndradeSind Assistente SocialCE
17PlenaRui OliveiraAPLBBA
18PlenaMonsaniSTIM/Caxias do SulRS
19PlenaFatinhaSINDIFESGO
20PlenaIgo MenezesServidor Público / Belford RoxoRJ
21PlenaRogerlanSAAEMG
22PlenaEdneiUrbanitáriosAM
23PlenaValériaEducaçãoPE
24PlenaJames FigueiredoSind Policia CivilAM
25PlenaGilda AlmeidaFENAFARSP
26PlenaAugusto VasconcelosSind BancáriosBA
27PlenaAlexSTIM/BetimMG
28PlenaGabrielFETARRS
29PlenaVitorEletricitáriosDF
30PlenaJosé GonçalvesServiço PúblicoPB
31PlenaIvanirSind ComerciáriosRS
32PlenaTaisaFETAGMS
33PlenaRomualdoVigilantesMG
34PlenaRonaldãoSINTECT/CorreiosRJ
35PlenaZezéFENAJUD BA
36PlenaFrancisco de AssisUrbanitáriosPA
37PlenaTodsonSTIM/Carlos BarbosaRS
38PlenaHenrique UrbanitariosRS
39PlenaLucimaraASSUFBABA
40PlenaMoacir de Paula MafraS. Assalariados Rural de RondonópolisMT
41PlenaJoão Batista LemosSTIM/AnistiaRJ
42PlenaNara TexeiraCONTEEMT
43PlenaPaulo SérgioSind Condutores/AmericanaSP
44PlenaAndré AlvesSINDLEGISDF
45PlenaAurinoSTIM/CamaçariBA
46PlenaEduardo NavarroBancáriosBA
47PlenaMário FerrariMédicosPR
48PlenaFabianaSTR de MagéRJ
49PlenaLúcia MaiaSintraconBA
50PlenaJonasSinproES
51PlenaLuiz Américo Prereira CâmaraSINDMEDICOSBA
52PlenaLuiz Serafim Sind Profissionais da UERJRJ
53PlenaCátia BrancoBancáriosRJ
54PlenaClaudean Pereira LimaSind EnfermeirosTO
 55 Plena Mário Maia da Silva SEEADON-CE
55PlenaZé RodriguesFETAGPE
56PlenaFernando LuizFederação PescadoresMA
57PlenaGeogina Delmondes dos Reis e SilvaRuraisPE
58PlenaLuiz Ary GinPresidente FETIEPPR
59PlenaCleberCTB/PAPA
CONSELHO FISCAL - TITULAR
ItemFunçãoDirigenteEntidadeUF
1Conselho FiscalRogério NunesAssistência SocialCE
2Conselho FiscalClaudia BuenoMunicipários de CampinasSP
3Conselho FiscalJuraciFETAGMG
CONSELHO FISCAL - SUPLENTE
ItemFunçãoDirigenteEntidadeUF
1Conselho Fiscal SuplenteMara SINPRO/SorocabaSP
2Conselho Fiscal SuplenteZefinhaFETAGBA
3Conselho Fiscal SuplenteMaria Raimunda Olivera SantanaEducaçãoBA