quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Lula sobre expulsão do embaixador: "O Evo está correto"


17 DE SETEMBRO DE 2008 - 17h02

Em entrevista exclusiva à TV Brasil, que vai ao ar na noite desta quarta-feira (17) o presidente Luiz Inácio Lula da Silva rejeitou com um ''nem pensar'' qualquer intromissão do Brasil nos assuntos internos da Bolívia. Mas destacou a ''decisão histórica'' da União Sul Americana de Nações na segunda-feira. E justificou a expulsão do embaixador dos Estados Unidos pelo presidente Evo Morales: ''Não é de hoje, é famosa a interferência das embaixadas americanas em vários momentos da história do continente''.
Para ler a matéria completa, clique no título desta postagem.

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Mobilização mundial exige libertação dos Cinco



Realiza-se em Nova Iorque primeiro concerto público

• HAVANA — O primeiro concerto público de solidariedade aos Cinco cubanos presos políticos em cárceres norte-americanos, realizou-se em Nova Iorque, com a assistência de mais de 600 espectadores, que reclamaram a liberdade desses antiterroristas.

A membro do Comitê Internacional pela Libertação dos Cinco, Alice Jrapko, declarou à Agência de Informação Nacional que no espetáculo intitulado Cinco Estrelas e um canto se exigiu de Washington a liberdade de René González, Gerardo Hernández, Ramón Labañino, Antonio Guerrero e Fernando González, presos desde 12 de setembro de 1998 em Miami por prevenirem Cuba de ações terroristas.
O cenário foi o Auditório do Centro Comunitário Hostos, donde foi lida a mensagem dos Heróis da


República de Cuba.
As performances de reconhecidas figuras, entre as quais, o porto-riquenho Danny Rivera, o dominicano Víctor Víctor, Las Estrellas Doradas del Jazz de Porto Rico, e a mensagem do ator norte-americano Danny Glover, foram aplaudidas pelo público.

MOBILIZAÇÃO INTERNACIONAL
A jornada pela libertação dos Cinco Heróis foi realizada em Dili, capital de Timor-Leste, com uma multidão no populoso parque de Dissidere.

Três representantes dos combativos manifestantes apresentaram-se na embaixada norte-americana em Dili e entregaram a declaração, antes aprovada, exigindo a libertação dos antiterroristas cubanos. Por outro lado, em 14 de setembro, as mais de 200 delegadas iniciaram, na sessão de encerramento do 3º Congresso da Organização das Mulheres de Timor-Leste, a assinatura de uma declaração onde fazem um apelo para as mães e esposas estadunidenses aderirem ao reclamo universal a fim de que Olga Salanueva e Adriana Pérez possam visitar seus esposos, René e Gerardo, respectivamente, e sejam libertados os Cinco.

Também em Sevilha, Espanha, convocou-se a uma vigília em solidariedade aos Cinco, e no Japão, com a participação dos principais meios de comunicação locais como Asahi, Kyodo News, NHK, NTV, representantes de diversos meios digitais e jornalistas independentes, teve lugar uma entrevista coletiva do embaixador de Cuba nesse país, José Fernández de Cossío, dando-se início com ela à 3ª Jornada pela Libertação dos Cinco. Os assistentes receberam uma nota de imprensa com detalhes sobre o caso.


Amigos de Cuba na Austrália exigiram a liberdade dos lutadores antiterroristas cubanos presos nos Estados Unidos. Uma manifestação teve lugar frente à legação estadunidense em Perth, estado de Western Australia, quando grupos da Associação de Amizade, organizações políticas e outros setores reclamaram justiça para os Cinco, soltando igual número de pombas.

domingo, 14 de setembro de 2008

Solidariedade à Bolívia







Agência Boliviana de Informação




Cobija, 14 set (ABI).

A más de 24 horas de la declaración de estado de sitio, la madrugada de este domingo sin necesidad de hacer uso de armas letales, las Fuerzas Armadas incursionaron en la ciudad de Cobija y luego se dirigieron a otras poblaciones para restablecer el orden y frenar la violencia criminal desatada por paramilitares y sicarios promovidos por el prefecto de Pando, Leopoldo Fernández.




O massacre de camponeses mais cruento da história democrática boliviana, executado por pistoleiros a serviço da Prefeitura de Pando, causando já 30 mortos e dezenas de feridos, graças a uma emboscada na localidade de Três Barracas, no município de Porvenir. Este saldo macabro colocou o prefeito Leopoldo Fernandez à margem da lei, como assegurou o governo na noite de sábado.

sábado, 13 de setembro de 2008

Solidariedade à Bolívia!










13 DE SETEMBRO DE 2008 - 16h40

Durou mais de oito horas e entrou pela madrugada deste sábado (13) o encontro governo-oposição visando superar a convulsão política na Bolívia. As partes foram lideradas pelo vice-presidente Álvaro García Linera, do lado do governo, e pelo governador de Tarija, Mario Cossío, pela oposição conservadora, agrupada no Conalde (Conselho Nacional Democrático). De concreto, saiu uma espécie de trégua, e um novo encontro, na tarde de domingo.

12 DE SETEMBRO DE 2008 - 18h10


Uma ponte situada a 7 km de Porvenir [e a 30 km da fronteira com o Brasil], por onde passava um milhar de camponeses em marcha rumo a Cobija, num protesto contra a violência deflagrada pelo governador de Pando, Leopoldo Fernández: foi este o cenário do massacre de 11 de setembro na Bolívia. Os paramilitares, treinados e financiados pelo cacique de Pando, dispararam contra gente indefesa.





EDITORIAL
A decisão do presidente Evo Morales, da Bolívia, de expulsar do país o embaixador estadunidense Philip Goldberg é um sinal da gravidade da crise provocada pela oposição de direita, que quer ''derrubar o índio'', como diz, para tudo voltar a ser como sempre foi. As raízes da crise estão na eleição do primeiro presidente indígena, cuja posse em janeiro de 2006 assinalou o início de um programa de reversão dos privilégios seculares da classe dominante boliviana e seus vínculos com o imperialismo dos EUA. (Continua)


Altamiro Borges
Mídia acoberta terroristas da Bolívia
É repugnante a cobertura que o grosso da mídia hegemônica tem dado aos trágicos confrontos na Bolívia. Os serviçais da TV Globo tratam os chefões golpistas como ''líderes cívicos'' e ''dirigentes regionais'.








O presidente boliviano fez o apelo lembrando que ''no diálogo mandam

as razões e não as imposições''. ''Estarei no palácio'', disse o governador.








Gobierno de Bolivia declaró estado de sitio en Pando por violencia desatada
El Gobierno de Bolivia declaró este viernes estado de sitio en el norteño departamento de Pando, al asegurar que los violentos hechos ocurridos en las últimas horas en la capital, Cobija, y otras localidades, incluido el asesinato de 14 campesinos, constituyen "genocidio" y "crímenes de lesa humanidad".
Unasur reafirma apoyo a Evo Morales y deplora violencia en Bolivia
La Unión de Naciones Suramericanas (Unasur) expresó este viernes su apoyo a la democracia en Bolivia a la vez que deploró la violencia registrada en la nación del altiplano, desatada en las regiones gobernadas por prefectos de la ultraderecha boliviana.




A POLÍTICA DOS EUA NA BOLÍVIA
Os movimentos de um embaixador especialista em conflitos separatistas
Deputados bolivianos divulgam documento denunciando as articulações promovidas pelo embaixador dos Estados Unidos na Bolívia, Philip Goldberg, contra o governo de Evo Morales. Considerado um especialista em conflitos separatistas, Goldberg foi enviado a La Paz depois de chefiar a missão dos EUA no Kosovo, onde trabalhou para consolidar a separação e a independência dessa região, depois da Guerra dos Balcãs.

APOIO A EVO MORALES
Manifesto repudia agressões fascistas na Bolívia

Grupo de intelectuais, ativistas e lideranças de movimentos sociais e políticos de vários países do continente e da Europa divulgaram um manifesto em defesa do presidente da Bolívia, Evo Morales, e em repúdio às agressões fascistas contra a democracia. Texto denuncia "atos de vandalismo organizados pela oligarquia e grupos fascistas de Santa Cruz".
Redação - Carta Maior


Cívicos independentistas de Tarija
“Queremos guerra civil
La Epoca