segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Morre Kim Jong Il, líder da Coreia do Norte

O líder da República Popular Democrática de Corea (RPDC), Kim Jong Il, morreu no último sábado de infarto cardíaco durante uma viagem de trem, a trabalho, informou a agência de notícias norte-coreana KCNA.

De acordo com um informe, citado pela agência, Kim Jong Il, de 69 anos, durante longo periodo de tempo recebeu tratamento médico para sua enfermidade cardíaca e vascular cerebral.

A nota indica que foram tomadas todas as medidas possíveis de socorro no momento do infarto, mas foram insuficientes para salvar a vida do líder norte-coreano.

Kim Jong Il nasceu em 16 de fevereiro de 1942 e em 1960 começou a estudar política e economia na Kim Il Sung University, onde se formou quatro anos mais tarde.

Em 1964 começou a trabalhar no Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia e em fevereiro de 1974 se tornou membro do Birô Político do Comitê Central.

Desde outubro de 1980, Kim Jong Il era membro do Presidium do Birô Político, secretário do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia e membro da Comissão Militar Central.

Foi eleito deputado à Assembleia Popular Suprema de 1982 a 1998, e entre dezembro de 1992 a abril de 1993, de forma sucessiva, Comandante Supremo do Exército Popular da Coreia, primeiro vice-presidente e mais tarde da Comissão de Defesa Nacional. Em 8 de outubro de 1997, Kim Jong Il foi eleito secretário-general do Partido do Trabalho da Coreia e recebeu o título honorário de Herói da RPDC em 1975 e 1982. Tinha também o título de Marechal da RPDC.

A Comissão constituída para organizar os funerais anunciou que o ato central de condolências em memória do líder morto se realizará em Pyongiang no próximo dia 29.

Na ocasião serão disparadas salvas de canhão também em todas as capitais das províncias, segundo a agência de notícias KCNA.

Todos os habitantes do país guardarão três minutos de silêncio e as locomotivas e embarcações tocarão simultaneamente as sirenas.

A despedida do féretro de Kim Jong Il, que repousará no Palácio Memorial Kumsusan, se efetuará em 28 de dezembro, e o período de luto se estenderá até o dia seguinte.

De acordo com a Comissão dos funerais, os organismos e empresas de todo o país realizarão atos de condolências.

O mais provável sucessor de Kim Jong-Il é seu filho mais novo, Kim Jong-Un, que tem 29 anos e foi nomeado general de quatro estrelas e vice-presidente da Comissão Militar Central do Partido do Trabalho em 2010.

Com agências