domingo, 25 de dezembro de 2011

Inácio Arruda: "Ousadia ajudará o Brasil a crescer" - PCdoB. O Partido do socialismo.

Inácio Arruda: "Ousadia ajudará o Brasil a crescer" - PCdoB. O Partido do socialismo.

O senador Inácio Arruda (PCdoB), em pronunciamento na noite da última quarta-feira (21), pediu à presidente da República, Dilma Rousseff e à base de apoio ao governo no Congresso, que mantenham, em 2012, o rumo do desenvolvimento para o país. Em sua avaliação, ainda há muito a fazer, mas que o governo segue em "marcha batida" para um êxito cada vez maior, aglutinando forças e mantendo avanços.

Segundo o parlamentar, as vitórias de Luiz Inácio Lula da Silva em 2002 e 2006 e de Dilma em 2010 fragilizaram as "forças mais conservadoras e reacionárias" do país. A seu ver, porém, "setores marginalizados" da política usem alguns meios de comunicação para criar uma sensação de país desgovernado.

Inácio Arruda afirmou que uma série de "indícios” e denúncias da imprensa levaram à queda de vários ministros de Dilma Rousseff e a uma grande "difamação contra o PCdoB". E acusou a mesma "grande mídia" de não ter dedicado espaço equivalente ao livro “A Privataria Tucana”, de Amaury Ribeiro Jr, em que este apresenta denúncias de corrupção durante o governo de Fernando Henrique Cardoso.

O senador acusou a oposição de seguir um caminho que não discute os dilemas da economia, como os juros altos, e defendeu o uso de "medidas ousadas” para ajudar o Brasil a crescer. Inácio Arruda ainda defendeu o aumento da integração sul-americana, na qual, salientou, o êxito do governo Dilma tem papel essencial.

Íntegra do pronunciamento

Fonte: Assessoria do Senador Inácio Arruda (PCdoB)