terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Chapa da CTB debate uma nova política para os metalúrgicos de São José dos Campos (SP)

Chapa da CTB debate uma nova política para os metalúrgicos de São José dos Campos (SP)

metal_sao_jose_chilenoOs metalúrgicos cetebistas que compõem a Chapa 2 no processo eleitoral do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, interior de São Paulo, promoveram na última segunda-feira (27) um debate sobre a importância de uma nova política aos trabalhadores e garantias de emprego na cidade.
Chileno entre o presidente da CTB-SP, Onofre Gonçalves, e o vice-presidente da Nacional, NIvaldo Santana
Segundo Nilson Andrés, o Chileno, que concorre ao cargo de presidente do sindicato pela Chapa 2 - apoiada pela CTB - houve um aumento significativo das demissões nas fábricas da cidade. “A principal empresa da cidade já demitiu muitos funcionários, não há uma política clara a esses trabalhadores e a atual diretoria do Sindicato se omite e não dá o respaldo necessário a esses trabalhadores, o que vemos são fábricas fechando as portas e indo para outras cidades”, declarou Chileno.

Renovação

“”Daí a importância de atuarmos na defesa do emprego, como um bom sindicato deve fazer, e buscar investimentos. Hoje, vemos déficit de emprego em todos os lados. Há uma necessidade de renovação”, afirmou o candidato cetebista.

O deputado estadual Pedro Bigardi, líder do PCdoB na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), participou do debate e destacou a importância em se discutir o tema. “Essa discussão da valorização dos trabalhadores é um debate de toda a região, temos que garantir o desenvolvimento do país, mas sem a precarização do emprego e proporcionar melhores condições aos nossos trabalhadores”, avaliou Bigardi.

Também estavam presentes no evento os representantes da CTB Claúdio Silva e Marcelo Toledo, o vice-presidente do PCdoB local João Bosco da Silva, os vereadores Wagner Balieiro (PT), Amélia Naomi (PT) e Luiz Mota (DEM), o ex-presidente do Sindicato e assessor do deputado estadual do PT Marco Aurélio, José Luiz Gonçalves e o assessor do deputado federal Jilmar Tatto (PT).

Em fase de campanha

A eleição da nova diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e região começa na quarta (29) e se estende até quinta-feira (1º). Chileno disputa o pleito com o Antônio de Barros, o ‘Macapá’. Ambos são funcionários da General Motors (GM).

A escolha das chapas por candidatos ligados à GM se explica pelo fato de a empresa ter a maior base eleitoral da categoria. Dos 42 mil trabalhadores metalúrgicos, 21 mil são associados, com em poder de votar. Deste total, um terço é representado por funcionários da montadora.

Os candidatos já deram início à campanha nas fábricas com panfletagem corpo a corpo e muito diálogo. O vencedor comandará a entidade no triênio 2012-2015.

Portal CTB