sábado, 11 de fevereiro de 2012

Altamiro Borges: PM-RJ aprova greve e rechaça a Globo - Portal Vermelho

Altamiro Borges: PM-RJ aprova greve e rechaça a Globo - Portal Vermelho

Em assembléia conjunta na noite desta quinta-feira (9), policiais militares, civis e bombeiros do Rio de Janeiro aprovaram a deflagração de greve por tempo indeterminado na luta por melhores salários e condições de trabalho. O comando do movimento garante que manterá 30% do efetivo nas ruas para casos de urgência e orientou os grevistas a ficarem, junto com suas famílias, nos quartéis.


Segundo relato do repórter Cirilo Junior, do Portal Terra, a assembléia com mais de 2 mil presentes se deu num “clima inflamado”. Os policiais cariocas criticam a lentidão o governo estadual para atender as demandas da categoria. PMs e bombeiros reivindicam piso salarial de R$ 3,5 mil. Atualmente, o salário base é de aproximadamente R$ 1,1 mil, fora as gratificações.

Jornalistas da Globo são hostilizados


Os grevistas também exigem a libertação imediata do cabo bombeiro Benevenuto Daciolo, detido na noite de quarta-feira sob a acusação de planejar uma greve nacional da categoria. Ele foi flagrado em escutas telefônicas veiculadas pelo Jornal Nacional da TV Globo negociando uma ação unitária entre os grevistas baianos e os policiais do Rio de Janeiro.

Durante a assembléia na Cinelândia um fato curioso foi registrado por Cirilo Junior. Os policiais rechaçaram a presença da TV Globo. “Jornalistas da emissora que trabalhavam na cobertura da assembléia geral foram hostilizados devido à divulgação das gravações... Enquanto Record e a Band mantinham links ao vivo no local, a Globo não colocou nenhum carro com satélite para fazer entradas ao vivo”.