quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Chico Lopes: A pátria educadora e o novo ensino médio - PCdoB. O Partido do socialismo.

Chico Lopes: A pátria educadora e o novo ensino médio - PCdoB. O Partido do socialismo.

Por *Chico Lopes
A reforma do ensino médio vem sendo debatida há alguns anos
pelos educadores, em uma discussão que precisa ser ampliada para a
sociedade como um todo, neste momento em que a presidente Dilma Rousseff
coloca a educação como tema central de seu segundo mandato. Recebemos
com entusiasmo, expectativa e muita disposição esse renovado compromisso
da presidente com uma pátria educadora, na qual possamos avançar rumo a
uma escola mais atraente para nossos jovens, de maior papel em sua
visão de mundo, gerando novas possibilidades de inclusão, protagonismo e
justiça social.



A partir deste ano, teremos uma grande oportunidade de expandir esse
debate, no plano nacional, também com a presença do ex-governador Cid
Gomes no Ministério da Educação. O novo ministro já destacou como tarefa
a reforma do ensino médio e frisou, corretamente, a necessidade de as
mudanças virem somente após um amplo debate.



Temos realizado essa discussão no Congresso Nacional, integrando a
Comissão Especial de Reformulação do Ensino Médio, promovendo debates e
audiências públicas, também no Ceará. Entre as principais sugestões
estão a ampliação da carga horária do ensino médio, a divisão do
currículo em quatro áreas (linguagens, matemática, ciências humanas e
ciências da natureza), o destaque para filosofia e sociologia, a
formulação de uma base curricular nacional e de currículos específicos
para as realidades locais.



A reforma do ensino médio também passa por conquistas que alcançamos
após muita luta e que viabilizarão um novo patamar para a educação no
Brasil: 10% do PIB para investimento no setor e 50% do fundo social do
pré-sal ajudarão a tirar do papel as metas ousadas do Plano Nacional de
Educação, como a escola em tempo integral.



Neste novo ciclo de compromisso com a educação como prioridade das
prioridades, devemos reforçar a mobilização de todos para que possamos
de fato avançar nesse objetivo. Incluindo a reforma do ensino médio e o
imprescindível cuidado com a formação e a valorização do professor. Para
que mais conquistas venham a fazer a diferença, definitivamente, em um
Brasil educado e educador.








*Chico Lopes é deputado federal (PCdoB/CE)



Fonte: O Povo