segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Inácio se destaca em debate na TV Diário - Portal Vermelho

Inácio se destaca em debate na TV Diário - Portal Vermelho
Uma participação de destaque, com propostas muita confiança no povo de Fortaleza, para uma grande virada na reta final da campanha, rumo ao segundo turno.
Assim o candidato Inácio Arruda (PCdoB) participou do debate da TV Diário, realizado na noite deste domingo, 23/9. A duas semanas da eleição, Inácio mostrou por que é o candidato com real ligação com o povo e a cidade. Detalhou com simplicidade, falando a língua do povo, suas propostas para Fortaleza, destacando sua trajetória de contribuições à cidade, de preparo e experiência para ser o próximo prefeito da capital.

"A cidade não é para principiantes, não pode ser para aventureiros. Tem que ser para gente que conhece a cidade. Você conhece Inácio e Chico Lopes, sabe do nosso compromisso com a cidade. Por isso que agora, nessa hora importante, da mudança necessária na nossa cidade, colocamos o nosso nome. E convidamos você para que a gente faça essa mudança. Fortaleza precisa de quem conhece a cidade e sempre lutou pelo povo. Venha conosco, venha com o 65, pela mudança na nossa cidade", conclamou Inácio.

Agressão a apoiadores

Na rua Visconde de Mauá, onde se localiza a TV Diário, apoiadores de Inácio foram agredidos, durante o debate, por militantes com bandeiras do candidato Roberto Claudio. Salete Monteiro foi agredida com o mastro de uma bandeira, sofrendo uma pancada na testa. Seu filho, Vítor, também sofreu agressões e foi ameaçado por um homem que portava arma de fogo.

Salete relatou o caso em entrevistas a repórteres de várias emissoras de TV e declarou que registraria boletim de ocorrência sobre as agressões e ameaças. Entrevistado sobre o caso, após o debate, Inácio lamentou os excessos cometidos por militantes de outra candidatura, solidarizou-se com Salete e Vítor e afirmou que a campanha deve ser feita de forma pacífica, sem episódios como esse.

Recursos para o Município

Parabenizando a emissora pela promoção do debate e respondendo à pergunta inicial, sobre se o orçamento da Prefeitura é suficiente para todas as ações da administração, incluindo os novos projetos, Inácio destacou que, com planejamento, o Município terá recursos suficientes para manter serviços públicos de qualidade.

"É preciso fazer um grande planejamento. Sem planejamento não há como garantir que o orçamento da cidade seja suficiente. Segundo, é preciso ter bons projetos, ter boa equipe e ter na administração gente que conheça a cidade, que não aparece só quando é eleição, não anda nas ruas só quando é eleição", afirmou Inácio.

"O governador do Estado vai apoiar o Inácio prefeito. A presidente Dilma vai apoiar o Inácio prefeito. Porque eles são governantes do Ceará e do Brasil. Essa parceria administrativa é obrigatória entre nós", esclareceu Inácio, em contrapondo ao discurso dos candidatos das máquinas. "Os recursos são suficientes, e nós sabemos onde buscar mais recursos para Fortaleza. A presidente Dilma vai mandar recursos para Fortaleza. O governador Cid Gomes também. Com Inácio prefeito, teremos os recursos de que a cidade precisa", garantiu.

Mobilidade urbana

Respondendo a uma pergunta enviada pela advogada Carolina Anjos, sobre mobilidade urbana, Inácio lamentou que, por falta de planejamento, Fortaleza tenha perdido um investimento de 2,4 bilhões de reais, "que poderia tranquilamente permitir que fosse concluída a reforma de vias como a Sargento Hermínio".

"Para melhorar o trânsito, temos que tomar medidas emergenciais, como implantar sentido único para a Santos Dumont e a Augusto dos Anjos, a Sargento Hermínio e a Francisco Sá. São medidas que melhorariam bastante o trânsito de Fortaleza", afirmou Inácio.

"Mas é preciso fazer mais. Com planejamento, temos gente boa na cidade que pode ajudar, gente qualificada, preparada, nas universidades, com propostas para que a gente possa melhorar o trânsito da cidade", destacou. "Qual a nossa grande aposta? Transporte público de qualidade. Com corredores, não apenas com algumas faixas, mas avenidas exclusivas para ônibus", defendeu.

"E com o metrô. Não é o governador que tem que dizer pra nós onde vai o metrô. É o prefeito que tem que fazer. O transporte público de qualidade é que vai desafogar a cidade. Claro, mais pessoas passaram a ter meios de ter um carro. É democrático. Mas a obrigação é do prefeito, de dar transporte público de qualidade. Inácio e Chico Lopes na Prefeitura vão assumir essa responsabilidade".

Transporte de qualidade

Falando sobre propostas para melhorar o transporte público de Fortaleza, Inácio defendeu o fortalecimento da Companhia de Transporte Coletivo, "que foi danificada, transformou-se apenas numa empresa de transporte escolar". "Devemos recuperar a CTC e quebrar essa ideia de monopólio, de controle de poucas empresas dominando quase que como um cartel a cidade de Fortaleza", ressaltou.

O candidato do PCdoB destacou seu papel na garantia da meia passagem ilimitada, através de emenda à lei orgânica. E se comprometeu a manter a passagem de ônibus em Fortaleza entre as mais baratas do Brasil, retirando mais peso de impostos sobre o preço da passagem.

"Mas o transporte público precisa de mais investimentos em Fortaleza. Precisamos garantir que o transporte público seja de qualidade, porque as pessoas que estão assistindo ao debate sabem do sufoco que passam hoje com o transporte público. E garantir que tenhamos uma tarifa única entre metrô, VLT e ônibus".
Com a autoridade de um prefeito de verdade é que podemos garantir transporte de qualidade. Precisamos de mais investimentos nos terminais, que eles sejam ampliados, que tenham serviços públicos. E principalmente resolver a integração com a região Metropolitana de Fortaleza. E essa iniciativa nós vamos adotar, construindo também novos terminais de integração com a Região Metropolitana.

Maranguapinho: mudança com a força do povo

Debatendo com o candidato Moroni Torgan, Inácio destacou o projeto do Maranguapinho como exemplo de mudança concreta na realidade da cidade, em benefício dos mais pobres, advinda de uma ação planejada e de um projeto popular.

"O senhor não esteve por aqui, mas nos últimos quatro anos nós começamos uma grande obra em Fortaleza. Uma grande obra, que entregamos de mão beijada para o Governo do Estado, com o Maranguapinho, projeto discutido com os moradores. O presidente Lula garantiu os meios, garantiu os recursos. Aquele projeto saiu das comunidades, para eliminar 40 áreas de risco em Fortaleza. É assim que eu quero governar, pensando no povo da cidade".

Considerações finais

Em suas considerações finais, Inácio agradeceu a todos os fortalezenses e destacou sua trajetória de luta em prol da cidade e do povo.

"Quero dialogar com nosso eleitor, os trabalhadores, operários, as donas de casa, os estudantes. A atual gestão teve apoio do presidente, do governador, de todos. Mas não foi suficiente, porque não bastam apoios. A cidade de 2 milhões e meio de habitantes, que é Fortaleza, precisa de gente que tem história, que sabe dos problemas da cidade não só porque olhou na Internet, mas porque caminhou na cidade, viveu esses problemas, lutou junto com o povo", afirmou.


Assessoria de Imprensa Inácio 65
Foto: Divulgação / Chico Gomes