sexta-feira, 27 de março de 2015

Renato Rabelo: PCdoB é uma força pujante e ativa no cenário político - PCdoB. O Partido do socialismo.

Renato Rabelo: PCdoB é uma força pujante e ativa no cenário político - PCdoB. O Partido do socialismo.

"O PCdoB é uma força conhecida e prestigiada, com um pujante ativo político e moral, forte presença junto aos trabalhadores, influência predominante na juventude, realce no Parlamento, em Executivos locais. Nestes 12 anos, deixou sua marca nos governos do ex-presidente Lula e da presidenta Dilma Rousseff", lembrou Renato Rabelo, em entrevista à Rádio Vermelho, ao falar dos 93 anos do Partido Comunista do Brasil, comemorado neste 25 de março.

Joanne Mota, da Rádio Vermelho
Ilustração: Andocides Bezerra
Renato Rabelo

Na oportunidade, o líder comunista também convocou a militância para os atos comemorativos do aniversário do PCdoB, que é comemorado no dia 25 de março.

"Essa data, para nós comunistas, têm uma sentido grandioso, significa a reafirmação de uma luta iniciada em 1922, de uma luta pela transformação social. Essa data reafirma a missão histórica do PCdoB com o Brasil”, finalizou.

O presidente do PCdoB reafirma que "o Partido tem sido uma força protagonista do ciclo político iniciado em 2002, que abriu caminhos e sinalizou o tamanho dos nossos desafios", afirmou. Ele lembra que o "os festejos do 25 de março têm a força de renovar seu apelo de luta aos trabalhadores e trabalhadoras para frear a investida do consórcio oposicionista e garantir que o país siga no avanço das mudanças e alcançando o patamar de uma sociedade ainda mais avançada".




O líder comunista acentua que "o Partido Comunista do Brasil sempre defendeu a paz e a solidariedade entre os povos e refutou a guerra e a espoliação imperialista. Tem no seu caráter, na sua existência, a luta pela liberdade política, de expressão, de organização, e pela igualdade de gênero, raça e religião. Por isso mesmo, o PCdoB foi e tem sido alvo da sanha reacionária dos setores conservadores do nosso país."

Renato Rabelo ainda destacou que, ao comemorar seus 93 anos e diante da acirrada luta política, o PCdoB entende que mais do que nunca a esquerda consequente precisa estar atenta.

"É hora de agregar amplas forças políticas e sociais, para o Brasil avançar na realização das reformas democráticas e estruturais, especialmente na reforma política ampla e democrático e com o fim do financiamento empresarial de campanha".

Ele ainda salientou que ao mesmo tempo em que o Partido reforça suas tricheiras e amplia seus quadros ele não perde de vista a luta política e institucional. "O PCdoB lastreia sua atuação nas frentes de massa, de ideias e institucional. Nossa peleja é para que o Brasil retome seu desenvolvimento, reforce sua democracia e progresso social, amplie a integração com seus vizinhos no continente, barrando assim o retorno das forças reacionárias e conservadoras não só no país, mas também, em toda na América Latina".

E completou: "O Partido Comunista do Brasil é uma força política brasileira, engajada na realização de objetivos como o de transformar o Brasil em uma nação próspera, desenvolvida, livre, amante da paz entre os povos, em marcha para uma transição socialista. É cioso do seu passado de lutas, que contribuiu, muitas vezes com sacrifícios inauditos, para o Brasil chegar aonde chegou".