domingo, 15 de março de 2015

Para quem se soma ao protesto golpista com bons sentimentos - do Face, com Manuela D´Ávila


Manuela D'Ávila


Sei que muitas pessoas pensam em se juntar aos manifestantes com os melhores sentimentos de combate à corrupção. Mas o combate à corrupção precisa de respostas muito mais consistentes (como a reforma política) do que se unir à quem não aceita uma derrota eleitoral.

A história se repete como farsa... Quanta semelhança entre 1964 e 2015!! Esse discurso anti-comunista, em defesa da liberdade e da "família" é o mesmo que une os "Bolsonaros" ao "Marco Feliciano". Não é uma casualidade que o mesmo Bolsonaro que combate aos negros, gays e mulheres seja autor do pedido de impeachment. Porque ele não respeita a democracia! Acha que a ditadura foi a maior maravilha que o Brasil já viveu (leiam os discursos).

Então, vamos lutar pelo fim da corrupção? Sim!! Quem sabe o diagnóstico de que ela é sistêmica nos ajude a refletir sobre a mudança do sistema? Eu luto pela reforma política. Quero mudar profundamente nosso sistema político. Vamos ser aliados dessa marcha? Com a turma do Bolsonaro eu não caminho. Afinal, como diz o sábio ditado popular: "de boas intenções o inferno está cheio".