sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Professores da Bahia encerram greve após 115 dias de paralisação - Portal Vermelho

Os professores da rede estadual da Bahia aprovaram nesta sexta-feira (3) o fim da greve que já durava 115 dias. Os docentes decidiram voltar às salas de aula a partir de segunda (6) para não prejudicar os estudantes no segundo semestre, após o governo federal aceitar alguns pontos impostos pela categoria para normalizar as atividades.

"A greve foi suspensa, mas continuaremos com um calendário de luta e as negociações em torno do reajuste continuam", declarou ao Vermelho Marilene Betros, vice-coordenadora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB).

O governo propôs reajuste de 7% em novembro deste ano e 7% em março de 2013 para os professores licenciados de carreira de Magistério que realizem o curso de atualização. No entanto, os trabalhadores reivindicam que a proposta deva valer para todos e que as correções sejam feitas neste ano, mesmo que parcelado.

Já na segunda o Comando de Greve se reunirá, às 18h, na sede da entidade, para acertar uma agenda de mobilizações.

Os professores se comprometeram a repor as aulas perdidas durante a greve, mas, para isso, aguardam o pagamento imediatamento do salário cortado dos grevistas. Além disso, a categoria diz que vai retomar o movimento grevista caso o governo não cumpra com os pontos que se comprometeu em um documento acertado entre as duas partes para dar fim à greve.

"É preciso readmitir os professores demitidos durante a greve, retirar os processos judiciais, devolver as contribuições sindicais e reabrir a mesa de negociação. Não vamos deixar parar o movimento ", pontuou Marilene.

Deborah Moreira
Da redação do Vermelho