sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Primeiro debate entre candidatos a Reitor será no dia 07 de agosto na Faculdade de Tecnogia da UnB

Consulta eleitoral para reitor - http://consultaparareitoria.tumblr.com/

 COC estabelece normas para primeiro debate dos candidatos
Débora Cronemberger

Da Secretaria de Comunicação da UnB


A Comissão Organizadora de Consulta (COC) estabeleceu, em reunião nessa quarta-feira, 1, as regras para o primeiro debate entre os candidatos a reitor. O debate será realizado no dia 7, no auditório da Faculdade de Tecnologia. Cada candidato terá três minutos para apresentação de suas propostas. A ordem da apresentação será definida por sorteio. O debate também disponibilizará tempo para perguntas entre candidatos e da platéia para os candidatos. Veja aqui a íntegra das normas para o debate.


Durante a reunião, os membros da COC discutiram a liminar, concedida na noite de quarta-feira, 31, pelo juiz Antonio Cláudio Macedo da Silva, da 8ª Vara Federal, que determinou que a consulta acadêmica deste ano seja formal e tenha peso de 70% nos votos dos docentes. A liminar atendeu a pedido da Associação dos Docentes da UnB (ADUnB).


Antonio José dos Santos, representante do Sintfub na comissão, acrescentou: “A liminar é contra o presidente do Conselho Universitário, o reitor da Universidade. Enquanto a comissão não for orientada formalmente, continuaremos fazendo nosso trabalho baseados na paridade”, garantiu. “Para a comissão, nada mudou. Vamos continuar nossos trabalhos normalmente até que haja uma comunicação formal de como devemos proceder”, endossou André Sousa, representante do Diretório Central dos Estudantes (DCE) na comissão. Alessandro Borges de Sousa, representante da ADUnB na comissão, concordou: “Continuamos a fazer nosso trabalho. Não é papel da COC deliberar sobre essa questão”.


Na reunião, a COC definiu os locais das seções de votação. A lista será divulgada até a próxima semana. “Vamos encaminhar ao CPD os locais de votação para que sejam produzidas as listas de votantes de cada seção”, disse Alessandro Borges de Sousa Oliveira, representante da ADUnB na comissão.


A comissão também discutiu casos de abuso na afixação de propaganda pelo campus. “Alguns candidatos abusam um pouco dos locais, inclusive tem gente afixando cartazes em parede. A comissão decidiu que esse tipo de conduta não vai mais ser tolerada”, disse André Sousa. Segundo ele, condutas como essa estão sujeitas a punições que vão de advertência pública, suspensão da presença do candidato em debate e até impugnação da chapa. “Não precisa necessariamente ser um problema recorrente para receber uma punição mais rigorosa. Vamos analisar caso a caso”, destacou.