terça-feira, 8 de maio de 2012

Juventude da CTB tem agenda intensa até junho

 Paulo Vinícius Silva

Estes dias tem sido por demais intensos para a juventude da CTB. Regressei depois de uma semana em Cuba, onde juntamente com Vítor Espinoza (FECOSUL e Coletivo de Juventude da CTB) e Nilvo (Comerciários de Caxias, participamos da II Conferência Internacional da Juventude da FSM e do Primeiro de Maio em Havana, na marcha de 800 mil pessoas na Plaza de la Revolución. A juventude da CTB foi reconduzida ao comitê internacional que tem o desafio de ampliar a sua articulação e método de trabalho para incorporar o potencial criador da imensa juventude que está nas bases da FSM.

Mal cheguei, parti para São Paulo a fim de participar do 23º Congresso Nacional da ANPG, que reuniu cerca de 300 pós-graduandos de 22 Estados e manteve o comando da associação sob direção feminina, com a eleição de Luana Bonone. No congresso foi anunciado pelo CNPQ e a CAPES o aumento das bolsas de pesquisa em 10%, rompendo a inércia de 4 anos de congelamentos em pleno ano de cortes e sem previsão orçamentária, o que  ilustra o êxito da mobilização nacional #MinhaBolsaNaoAumentou, e que segue, pelos 40%. Fiz contatos com inúmeros pós graduandos que ocupam e ocuparão importantes lugares na pesquisa e na docência, jovens trabalhadores qualificados e de luta.

E além do retorno às aulas do Mestrado, estamos em meio à posse e primeira reunião do CONJUVE, a que a CTB foi reconduzida na recente eleição, em rodízio com a CGTB, que assumirá o primeiro ano. Muitas esperanças com a condução de Ângela Guimarães à Presidente do CONJUVE.

Os próximos momentos serão também intensos, com a realização do Encontro Sindical Nossa América no México, em maio, o Congresso da UJS e da Rio Mais 20 na cidade maravilhosa, em junho, e com a reunião da Juventude da FSM em Buenos Aires, nos dias 29 e 30 de junho e 1º de julho. E vamos que vamos!