sábado, 18 de julho de 2015

Luciana Santos: PCdoB reafirma sua posição em defesa da democracia  - Portal Vermelho



Luciana Santos: PCdoB reafirma sua posição em defesa da democracia - Portal Vermelho



A busca e apreensão de documentos nas casas e escritórios de três senadores e o vazamento da delação premiada que acusa o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de ter pedido U$S 5 milhões em propina, ambos os fatos desencadeados pela Operação Lava Jato, agravaram o cenário de instabilidade política. Esta é a avaliação da presidenta nacional do PCdoB, deputada federal Luciana Santos, em entrevista ao Portal Vermelho, na noite desta sexta-feira (17).



Agência Câmara

Segundo a dirigente comunista: "Evoluem os fatos da conjuntura política nacional no sentido de uma crise de caráter institucional, e a essa altura, fica cada vez mais nítido — conforme têm alertado o PCdoB e outras forças progressistas, renomados juristas e advogados e mesmo vozes do Supremo Tribunal Federal (STF) — que a Operação Lava Jato de forma aberta é usada politicamente. As sucessivas ações afrontosas à Constituição, com vazamentos seletivos, são direcionadas para atingir a presidenta Dilma Rousseff, criminalizar o PT e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, desmoralizar a esquerda como um todo e alcançar outros partidos da base do governo”.

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, anunciou nesta sexta-feira que está rompido politicamente com o governo e avisa que agora “é oposição”. Luciana aponta que este anúncio é uma reação ao vazamento da delação premiada: “como se (o vazamento) pudesse ser uma ação estimulada pelo Palácio do Planalto, o que não condiz com a realidade. Logo em seguida, em função das declarações do presidente da Câmara, o PMDB nacional se pronunciou, considerando a posição de Cunha como sendo de caráter pessoal, e não uma decisão do partido, por nenhuma de suas instâncias de direção".

A presidenta do PCdoB considera fundamental combater a corrupção e ao mesmo tempo assegurar a normalidade institucional: "O PCdoB reafirma sua posição de defesa da legalidade democrática, do respeito ao rito processual em todas as investigações em curso, da apuração dos responsáveis por corrupção dentro da legalidade democrática. Nos pronunciamos veementemente e consideramos de importância vital assegurar a constitucionalidade do mandato da Presidenta Dilma Rousseff - que se liga intimamente à defesa do interesse nacional - pois uma crise institucional não ajuda o Brasil a enfrentar seus problemas sociais, políticos e econômicos", declarou Luciana Santos.

Da Redação