sexta-feira, 8 de março de 2013

Soldados israelenses atacam mesquita Al-Aqsa durante orações - Portal Vermelho

Soldados israelenses atacam mesquita Al-Aqsa durante orações - Portal Vermelho

Mais de 75 palestinos foram vítimas de um ataque israelense à Mesquita Al-Aqsa (em Jerusalém), durante as orações desta sexta-feira (8); uma das pessoas ficou gravemente ferida. Soldados israelenses dispararam também contra palestinos no norte da Faixa de Gaza.
Paramédicos informaram que mais de 75 palestinos que rezavam em Al-Aqsa, nas orações de sexta-feira (que são geralmente as mais atendidas das orações semanais nas mesquitas), após confrontos iniciados pela invasão de soldados à mesquita durante o tempo das orações.

Um senhor de idade, Abu-Kamel, que é um dos guardas na Mesquita de Al-Aqsa, junto com outros 14 palestinos que estavam rezando foram feridos por golpes dos soldados israelenses. Mohamed al-Gharableh, chefe da Associação Palestina de Paramédicos, disse que os soldados mantiveram os feridos barrados dentro da Mesquita por um longo tempo. Ele também disse que os soldados começaram a lançar gás lacrimogênio antes do final das orações.

Alguns palestinos estavam preparados para iniciar uma manifestação depois das orações em protesto contra ataques israelenses a estudantes da Sharia (lei islâmica) dentro da Mesquita, na semana passada. Milhares saíram às ruas em diversas cidades da Cisjordânia em manifestações.

Os protestos começaram depois do funeral de um jovem palestino, Hassan Asfour, que morreu nesta quinta-feira (7) dos ferimentos que sofreu durante os protestos da semana passada, contra os abusos e opressões israelenses a prisioneiros palestinos.

Entretanto, testemunhas disseram que tanques israelenses dispararam contra um jovem palestino, que ainda não foi identificado, e que foi atingido no peito. O porta-voz no ministro da Saúde em Gaza, Ashraf al-Qedra, confirmou a notícia.

Com Middle East Monitor
Da Redação do Vermelho