segunda-feira, 25 de março de 2013

13º Congresso do PCdoB: Direção pede mobilização total dos militantes - Portal Vermelho

Direção do PCdoB pede mobilização total dos militantes - Portal Vermelho

O Comitê Central do Partido Comunista do Brasil, reunido em sessão plenária neste final de semana (23 e 24), ao anunciar a realização do 13º Congresso para o mês de novembro, deu a largada para a mobilização política, ideológica e organizativa de toda a militância comunista.
Os debates durante a reunião evidenciaram que a tarefa de debater e decidir sobre a luta atual do povo brasileiro a partir da perspectiva estratégica de um novo projeto nacional de desenvolvimento; a luta anti-imperialista e o empenho para construir um partido mergulhado no curso da luta política concreta do país, na luta das massas populares, mantendo a identidade comunista e o caráter de classe, é algo motivador e mobilizador, que desperta o entusiasmo de toda a militância partidária.


Leia também:
Em reunião plenária, direção do PCdoB anuncia 13º Congresso
Igualmente, o Comitê Central assinalou a necessidade de que tal debate alcance os trabalhadores, largos setores da sociedade, o povo e os círculos avançados.

O período de mobilização e realização do Congresso é prenhe de lutas políticas e sociais, destaca a resolução sobre a organização do Congresso, aprovada na reunião deste final de semana.

A direção do Partido assinala ainda que a mobilização partidária durante todo o período de preparação e realização do Congresso é indissociável da construção do projeto político-eleitoral partidário para 2014.

Tal projeto visa à eleição de ao menos 20 deputados federais em todo o país, um governador de estado no Maranhão e a conquista de mais um mandato ao Senado, no âmbito das eleições nacionais. Trata-se de uma exigência para uma nova arrancada para o desenvolvimento e a democracia no país.

A resolução sobre a preparação organizativa do Congresso destaca que este “será dedicado ao temário nacional, como fundamento para elevar a compreensão política e unir todo o partido em torno de orientações sobre a estratégia do PCdoB para o período de 2013-2017”. Isto significa, destaca o documento, que “não haverá temários estaduais ou municipais concorrentes com a pauta nacional, salvo o balanço de direção e a eleição de novas direções em toda a estrutura partidária”.

A direção nacional promoverá em maio um seminário nacional para quadros partidários versando sobre o temário do Congresso. Iniciativas do mesmo tipo serão programadas nos estados, com eventos voltados ao lançamento público do debate, atos e seminários, mobilizando os quadros partidários e forças avançadas para o debate.

No plano da construção e vida partidária, o Congresso deve representar movimento vigoroso para reforçar o espírito militante consciente, combativo, unido e organizado, diz o documento. O 13º Congresso precisa ser um marco de militantes mobilizados politicamente e organizados em bases estruturadas, de acordo com os consagrados princípios e normas dos Estatutos da organização comunista.

A realização do 13º Congresso do PCdoB é momento propício para formar a militância e os quadros partidários, de acordo com a política de quadros adotada pelo 12º Congresso. É ainda uma ocasião propícia à luta de ideias, para vincar uma corrente comunista no país, em sintonia com os problemas contemporâneos do mundo e do Brasil, empenhada no encaminhamento concreto da nova luta pelo socialismo, em consonância com a realidade e as aspirações do povo brasileiro.

A preparação do Congresso enseja um conjunto de iniciativas nos planos organizativo, das finanças, da luta de massas, do embate político, da comunicação e da formação e requer o empenho militante na estruturação organizativa do congresso propriamente dito.

O Comitê Central constituiu uma comissão organizadora do congresso, formada por André Bezerra, Júlio Filgueiras e Vital Nolasco.

Da Redação do Vermelho, com informações do Comitê Central do PCdoB