sexta-feira, 14 de março de 2014

PCdoB encerra em Brasília 8° Encontro s/ Questões de Partido e define ação nas eleições - Portal Vermelho

PCdoB define ação política para garantir êxito nas eleições   - Portal Vermelho

Após dois dias de debates, no 8º Encontro Nacional sobre Questões de Partido, realizado esta semana em Brasília, o PCdoB definiu as diretivas imediatas para o ano de 2014, referentes à construção partidária. A orientação do secretário nacional de Organização, Walter Sorrentino, que presidiu os debates, é de que as Comissões Políticas Estaduais e Municipais em todo o país adotem essas diretrizes, fazendo os ajustes à realidade de cada região.




Portal da Organização
As convenções estaduais, que devem ocorrer entre 10 a 30 de junho, deve contar com mobilização e demonstração de força e prestígio político das candidaturas. As convenções estaduais, que devem ocorrer entre 10 a 30 de junho, devem contar com mobilização e demonstração de força e prestígio político das candidaturas. 


O foco do trabalho do PCdoB em todo o país em ano de eleições gerais é garantir o êxito do projeto eleitoral 2014. Para isso, as instâncias partidárias de direção devem assumir a tarefa ancorado nas lutas sociais e na estruturação partidária.


Sorrentino destaca que “o eixo central dos esforços serão as capitais, dado o desempenho verificado nos últimos dois anos e pelo papel que ocupam na vida do país, sem prejuízo da linha permanente de fortalecer o trabalho partidário nos grandes municípios”.

O projeto eleitoral 2014, a ser elaborado, deve considerar as alianças, candidaturas, chapas, montagem dos comandos de campanha e os planos definidos de ação política e eleitoral para os Comitês Municipais (CMs) e os Organismos de Base (OBs), das capitais e grandes cidades.

Demonstração de força e prestígio

A diretriz aprovada entre os comunistas é de que as convenções estaduais, que devem ocorrer entre 10 a 30 de junho de 2014, devem contar com mobilização partidária organizada, demonstração de força e prestígio político das candidaturas, construção de unidade em torno do projeto político eleitoral e servir de alavanca para filiações massivas ao Partido.

O evento, que reuniu os membros do Comitê Central, da Comissão Política, o secretariado nacional, parlamentares e presidentes estaduais do Partido, também definiu um calendário de ações que devem ser desenvolvidos nos estados. “Na ação política de massas, será imperativo relançar, em todos os Estados, o Fórum dos Movimentos Sociais, coordenados pela Presidência e Secretaria de Movimentos Sociais, amplos, plurais, com funcionamento regular mensal para firmar, politizar, unificar e controlar pauta e agenda da intervenção dos comunistas nos movimentos sociais e no âmbito da sociedade civil”, explicou Sorrentino.

Também ficou decidida, como ação de caráter mais imediato e de alcance universal no país, a defesa da Copa do Mundo - que tem papel protagonista dos comunistas, com a demonstração da enorme importância econômica e cultural para o projeto de desenvolvimento, bem como para a afirmação nacional e autoestima popular.

Campanha de filiação

Segundo Walter Sorrentino, “essas atividades devem ensejar uma Campanha Nacional de Filiações, manifestando-se num crescendo até as Convenções partidárias de junho”. Para isso, o Encontro propôs uma ampla agitação pública, com bandeiras e materiais partidários, em torno do aniversário do PCdoB em 25 de março, além de outras iniciativas de filiação ao longo do período e do Programa de TV que vai ao ar em maio.

Para fortalecer os CMs dos maiores municípios do país e ativar as organizações de base nesses municípios, serão realizados Seminários ou Encontros para debater um diagnóstico e a reformulação de linhas de construção político-organizativos do Partido nas capitais, à luz do estudo da realidade social em transformação.

Também faz parte da agenda do Partido, a criação de Fóruns de Quadros de Bases nas Capitais, para garantir a ativação dos organismos diretamente ligados ao povo, propiciando troca de experiências, formulação de lutas e potencialização de suas ações.

“Ele estabelecerá um funcionamento regular e sistemático, para firmar pautas e agendas de atividade, controlá-las e oferecer apoios das direções ao trabalho de base, por meio dos comitês auxiliares e do próprio comitê da capital”, explicou Sorrentino, enfatizando a necessidade de manter em funcionamento os Fóruns de Macrorregião em cada Estado, que deve pautar e controlar as diretivas para os municípios do interior.

Este ano, o PCdoB vai também relançar os Departamentos de Quadros tendo como responsáveis titulares que sejam lideranças prestigiadas e com autoridade, integrantes do Comitê Estadual, atuando com linhas de indução claras e concretas, planos e metas definidas, conforme plano específico aprovado neste Encontro com respeito à atividade do Departamento Nacional de Quadros João Amazonas.

De Brasília
Márcia Xavier