sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Jovem do Levante perde a visão após repressão da PM - Conversa Afiada - #ForaTemer #Golpista #DiretasJA

Golpistas não toleram a Democracia

jovem do levante.jpg
Do Levante Popular da Juventude:
Após ser atingida por estilhaço de bomba em SP, militante do Levante Popular da Juventude perde a visão
Na noite de ontem (31), milhares de jovens saíram às ruas de diversas capitais para protestar e expressar todo seu repúdio ao golpe parlamentar que destituiu a presidenta legítima, Dilma Rousseff, colocando em seu lugar Michel Temer.
Em praticamente todas as manifestações, do norte ao sul do país, ocorreram fortes reações da polícia militar, que agiu de maneira desproporcional, violenta e brutal, reprimindo e agredindo os manifestantes. Em São Paulo, na esquina da rua Caio Prado com a rua da Consolação, mesmo lugar onde ocorreu o massacre de 13 de junho de 2013, várias pessoas ficaram feridas, inclusive uma militante do Levante Popular da Juventude, Deborah Fabri, estudante da Universidade Federal do ABC (UFABC). Deborah foi atingida por um estilhaço de bomba no rosto, que feriu o seu olho esquerdo. Foi hospitalizada e acabou perdendo a visão.
A ação da Polícia Militar do governador Geraldo Alckmin deve ser apurada, assim como os responsáveis devem ser identificados e punidos, imediatamente. Essa é a marca desse governo ilegítimo e desse golpe: violência, truculência e autoritarismo. Não toleram a democracia, a liberdade de expressão, a soberania popular.
Nota de solidariedade a Déborah Fabri, militante do Levante Popular da Juventude: http://levante.org.br/blog/?p=1239
Coletivo Nacional de Comunicação do Levante Popular da Juventude